[resenha] Uma Carta de Amor

21 de abril de 2014 - segunda-feira - 23:23h   ¤   Categoria(s): Literatura estrangeira, Resenhas, Romance

Uma Carta de AmorTítulo: Uma Carta de Amor
Título original: Message in a bottle
Autor: Nicholas Sparks
País: EUA
Ano: 1998
Editora: Arqueiro
Páginas: 278
Sinopse: Há três anos, a colunista Theresa Osborne se divorciou do marido após ter sido traída por ele. Desde então, não acredita no amor e não se envolveu seriamente com ninguém. Convencida pela chefe de que precisa de um tempo para si, resolve passar férias em Cape Cod. Durante a semana de folga, depois de terminar sua corrida matinal na praia, Theresa encontra uma garrafa arrolhada com uma folha de papel enrolada dentro. Ao abri-la, descobre uma mensagem que começa assim – ‘Minha adorada Catherine, sinto a sua falta, querida, como sempre, mas hoje está sendo especialmente difícil porque o oceano tem cantado para mim, e a canção é a da nossa vida juntos.’ Comovida pelo texto apaixonado, Theresa decide encontrar seu misterioso autor, que assina apenas ‘Garrett’. Após uma incansável busca, durante a qual descobre novas cartas que mexem cada vez mais com seus sentimentos, Theresa vai procurá-lo em uma cidade litorânea da Carolina do Norte. Quando o conhece, ela descobre que há três anos Garrett chora por seu amor perdido, mas também percebe que ele pode estar pronto para se entregar a uma nova história. E, para sua própria surpresa, ela também. Unidos pelo acaso, Theresa e Garrett estão prestes a viver uma história comovente que reflete nossa profunda esperança de encontrar alguém e sermos felizes para sempre.
Compre: compare preços

Minha adorada Catherine,
Sinto a sua falta, querida, como sempre, mas hoje está sendo especialmente difícil porque o oceano tem cantado para mim, e a canção é a da nossa vida juntos. Quase posso sentir você ao meu lado enquanto escrevo esta carta, assim como o perfume de flores silvestres que sempre me faz lembrar você.

Avaliação:
Este livro foi meu primeiro Nicholas Sparks. Apesar de já ter assistido a 1 ou 2 filmes baseados nas histórias dele, nunca havia lido um livro deste autor até então.
Eu estava muito curiosa para saber por que ele despertava opiniões tão opostas por parte dos leitores: em um extremo, a devoção e em outro, desdém. E, após a leitura, talvez eu tenha entendido. Ou não, rs.

Uma Carta de Amor começa com Theresa encontrando uma garrafa à beira da praia onde ficava a casa de sua chefe, com quem estava tirando umas pequenas férias. Dentro dessa garrafa, havia uma carta muito emocionante, em que um apaixonado Garrett escreve a sua amada Catherine. Pelo texto, era possível entender que a ausência de Catherine, possivelmente falecida, causava muita dor a Garrett já há algum tempo.
Profundamente tocada pelo conteúdo da carta, Theresa fica curiosa para saber que tipo de homem Garrett poderia ser.
Já de volta ao trabalho, Theresa fica sabendo da existência de mais 2 cartas de Garrett, escritas em momentos diferentes daquela que ela possuía e encontradas por diferentes pessoas. Através das 3 cartas, Theresa consegue investigar mais sobre o autor e acaba descobrindo onde ele mora, sua possível profissão e como fazer para encontrá-lo. Sem nada a perder e com o apoio de sua chefe, Theresa é incentivada a ir procurar o romântico autor das cartas.
Não preciso dizer o que acontece quando ela o encontra. Vocês sabem que os livros do Nicholas Sparks sempre trazem histórias de amor.

Bom, eu gostei bastante dessa história. O final me chocou um pouco, me deixando até um tantinho indignada, mas ok, nem todas as leituras são flores. Com relação à minha primeira experiência (ui!) com o Nicholas Sparks, eu diria que foi tranquila. Gostei do livro, mas não me apaixonei por ele. Talvez eu precisasse realmente ser uma pessoa bem mais romântica para isso acontecer. E não sei dizer se pessoas que detestam o autor seriam necessariamente aquelas que não acreditam em amor. Acho que vale uma pesquisa aí, rs.

Eu recomendo para quem está a fim de ler uma história de amor que contém sentimentos bem intensos. E aqueles que sonham viver uma grande paixão desejarão poder mergulhar para dentro das páginas.
Uma Carta de Amor

Leia um trecho: aqui

A adaptação para o cinema é de 1999, com Kevin Costner no papel de Garrett e Robin Wright no papel de Theresa. Eu não assisti ao filme, mas, pelo trailer, pude perceber já algumas diferenças, como o fato de Theresa ser loira (no livro ela tem os cabelos castanhos, na altura do ombro e lisos), de Garrett ser mais velho que Theresa e o chefe dela ser homem.

[evento] Primavera dos Livros 2014 – Eu fui!

13 de abril de 2014 - domingo - 20:38h   ¤   Categoria(s): Eventos

E então, eu fui na Primavera dos Livros 2014 que aconteceu em São Paulo, nos dias 10 a 13 de abril. =)

A feira era bem simples, pequena, sem aquela balbúrdia consumista que toma conta do Anhembi na Bienal do Livro (não é uma crítica, porque eu ADORO o clima da Bienal, rs). Mesmo sendo sábado de manhã, tinha bastante gente olhando, procurando, ou apenas curiosa porque estava passando pelo local por acaso.

Cartazes da feira pregados nos postes da Praça Dom José Gaspar
Primavera dos Livros 2014

Estandes espalhados por todo o espaço da praça
Primavera dos Livros 2014

Livros e mais livros! *_*
Primavera dos Livros 2014

Editora Aleph ♥ com 40% de desconto!
Primavera dos Livros 2014(esqueci de tirar foto, mas a É Realizações estava com 50% de descontooo!!)

Flores decorando a feira! ^_^
Primavera dos Livros 2014

Contação de histórias
Primavera dos Livros 2014

Tatuagem sensacional de um moço olhando o estande da… adivinha! Aleph, é claro! =D
Primavera dos Livros 2014

O melhor de tudo é que eu NÃO COMPREI NADA!! \o/

[evento] Primavera dos Livros 2014

9 de abril de 2014 - quarta-feira - 10:11h   ¤   Categoria(s): Eventos

A partir de amanhã, dia 10 de abril, quinta-feira, até 13 de abril, sábado, acontecerá um evento bem legal no Centro de São Paulo, do ladinho da Biblioteca Mario de Andrade.

Eu vou! Vamos? =)

Primavera dos Livros 2014

 
Veja a localização no Google Maps:


Ir para o mapa ampliado

 
Abaixo, os locais dos estandes de cada editora participante:
Primavera dos Livros 2014

1. Solisluna
2. Odysseus
3. Expressão Popular
4. Selo Off Flip
5. Metanoia
6. Giz Editorial
7. É Realizações
8. Cosac Naify
9. Uni Duni
10. Peirópolis
11. Letreiro
12. Musa
13. Terceiro Nome
14. Sá / Grua
15. Editora de Cultura
16. LiteraRua
17/18. Aleph
19. Apicuri
20. Estação das Letras e Cores
21. Ibis Libris / Horizonte / Armazém da Cultura
22. Editora 34
23. Sundermann
24. Fundação Perseu Abramo
25. Estação Liberdade
26/27. Coletivos de Cultura
28. Evoluir
29. Terra Virgem
30. Claridade
31. Nova Alexandria
32. Vermelho Marinho
33. Dedo de Prosa
34. Patuá
35. C/Arte
36/37. Pallas
38. Draco
39. Mazza
40. Parábola
41. Ponteio Edições
42. Matrix
43. Memória Visual
44. Pinakotheke
45. Balão Editorial
46. Livro Falante
47. Vieira & Lent / Oficina Raquel
48. Capivara
49. Alameda
50. Boitempo

 
Mais informações e fonte das imagens: Libre – Liga Brasileira de Editoras

[resenha] Metamorfose?

6 de abril de 2014 - domingo - 15:43h   ¤   Categoria(s): Aventura / Fantasia, Literatura estrangeira, Resenhas, Terror / Sobrenatural

Metamorfose?Título: Metamorfose?
Título original: Changeless
Autor: Gail Carriger
País: EUA
Ano: 2010
Editora: Valentina
Páginas: 318
Sinopse: Alexia Maccon, a esposa do Conde de Woolsey, é arrancada do sono cedo demais, no meio da tarde, porque o marido, que deveria estar dormindo como qualquer lobisomem normal, está aos berros. Dali a pouco, ele desaparece – deixando a cargo dela um regimento de soldados sobrenaturais acampados no jardim, vários fantasmas exorcizados e uma Rainha Vitória indignada. Mas Lady Maccon conta com sua fiel sombrinha, seus artigos da última moda e seu arsenal de respostas mordazes. Mesmo quando suas investigações a levam à Escócia, ela está preparada e acaba provocando uma verdadeira reviravolta na dinâmica da alcateia, como só uma preternatural é capaz de fazer. Talvez até encontre tempo para procurar seu imprevisível marido. Mas apenas se… lhe der vontade.
Compre: compare preços

A preternatural o fuzilou com os olhos e, em seguida, concentrou o olhar penetrante no indefeso Tuntstell, sentado do outro lado da mesa, junto aos zeladores. Se o professor Lyall não queria contar, talvez Tunstell o fizesse. O ruivo arregalou os olhos ao sentir sua mirada e meteu depressa na boca um pedaço enorme de vitela, tentando dar a entender que não sabia de nada.

Avaliação:

Aviso: esta resenha revela detalhes finais do livro Alma?, o primeiro volume da série O Protedorado da Sombrinha.

Um estranho fenômeno aconteceu em Londres: subitamente, dentro de uma área definida da cidade, os poderes dos sobrenaturais parecem ter sido neutralizados. Lobisomens não conseguiam se transformar, vampiros não conseguiam expor suas presas e fantasmas acabavam sendo exorcizados. De repente, também, Lorde Maccon vai viajar sem dar muitas explicações a Alexia.

Por alguma estranha coincidência, a força neutralizadora desaparece assim que a alcateia escocesa, que estava na cidade, vai embora. Por outra estranha coincidência, Alexia fica sabendo que seu marido viajou à Escócia para tratar de assuntos de família. Qual a única coisa que ela tem a fazer diante de toda essa situação caótica? Investigar, é claro.
Com a ajuda de diversos antigos e novos amigos, a preternatural ruma à Escócia para descobrir o que todos esses acontecimentos têm a ver uns com os outros.

Metamorfose?, o segundo livro da série, continua com a mesma característica do primeiro: leve, divertido, diferente, encantador, engraçado. Alexia continua sendo o mulherão hilário e apaixonante com sua inteligência, seu sarcasmo e seus comentários afiados.
O enredo da história também está com o mesmo ritmo que prende o leitor, com mistérios a serem resolvidos, situações bizarras, cenas de ação, pitadas de sensualidade, tecnologia do “futuro do pretérito” e, lógico, diálogos deliciosos de se ler.

Talvez vocês tenham ouvido falar que a série quase foi descontinuada aqui no Brasil, mas, “grazadeus”, está tudo resolvido e, nós leitores brasileiros, poderemos continuar nos deleitando com uma das melhores séries sobrenaturais steampunk da atualidade. Até porque, bem, depois do final surpreendentemente desconcertante desse segundo livro, eu fiquei sem fala, de queixo caído, com uma questão de vida ou morte para ter minha pergunta respondida: “Mas… mas… como assim???”.

Como eu disse na resenha do livro anterior, se você não quer ler um livro nhenhenhéin sobre vampiros, lobisomens e fantasmas, leia essa série.
Metamorfose?

Semana Passarinha de Conscientização do Autismo

2 de abril de 2014 - quarta-feira - 09:12h   ¤   Categoria(s): Eventos

Dia 2 de abril é o Dia Mundial da Conscientização do Autismo. Nesta data, desde 2008, o mundo se veste e se ilumina de azul para que prestemos mais atenção e procuremos entender melhor o autismo.

A Editora Valentina teve a iniciativa de propor aos seus parceiros que postassem nos seus blogs assuntos relacionados ao autismo. Achei isso sensacional e uma ótima chance de aprender mais.
Semana Passarinha de Conscientização do Autismo

A editora tem um livro muito interessante sobre Caitlin, uma menina de 10 anos de idade, portadora da Síndrome de Asperger.

PassarinhaTítulo: Passarinha
Autora: Kathryn Erskine
Editora: Valentina
Páginas: 224
Sinopse: No mundo de Caitlin, tudo é preto e branco. Qualquer coisa entre um e outro dá uma baita sensação de recreio no estômago e a obriga a fazer bicho de pelúcia. É isso que seu irmão, Devon, sempre tentou explicar às pessoas. Mas agora, depois do dia em que a vida desmoronou, seu pai, devastado, chora muito sem saber ao certo como lidar com isso. Ela quer ajudar o pai – a si mesma e todos a sua volta -, mas, sendo uma menina de dez anos de idade, autista, portadora da Síndrome de Asperger, ela não sabe como captar o sentido. Caitlin, que não gosta de olhar para a pessoa nem que invadam seu espaço pessoal, se volta, então, para os livros e dicionários, que considera fáceis por estarem repletos de fatos, preto no branco. Após ler a definição da palavra desfecho, tem certeza de que é exatamente disso que ela e seu pai precisam. E Caitlin está determinada a consegui-lo. Seguindo o conselho do irmão, ela decide trabalhar nisso, o que a leva a descobrir que nem tudo é realmente preto e branco, afinal, o mundo é cheio de cores, confuso mas belo.

 
Curiosa com as informações que vi por aí, saí procurando fotos de lugares do mundo iluminados de azul nesta data.

Monumento às Bandeiras – São Paulo – Brasil
Semana Passarinha de Conscientização do Autismo

Jardim Botânico – Curitiba – Brasil
Semana Passarinha de Conscientização do Autismo

Niagara Falls – Canadá
Semana Passarinha de Conscientização do Autismo

Grande Buda de Hyogo – Kobe – Japão
Semana Passarinha de Conscientização do Autismo

Torre de Pisa – Pisa – Itália
Semana Passarinha de Conscientização do Autismo

Dragon Bridge – Ljubljana – Eslovênia
Semana Passarinha de Conscientização do Autismo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...