[resenha] O Testamento dos Séculos

12 de setembro de 2011 - segunda-feira - 18:25h   ¤   Categoria(s): Literatura estrangeira, Mistério, Resenhas

O Testamento dos SéculosTítulo: O Testamento dos Séculos
Título original: Le Testament des Siècles
Autor: Henri Lœvenbruck
País: França
Ano: 2003
Editora: Bertrand Brasil
Tradutor: Karina Jannini
Páginas: 401
Sinopse: Desde o início dos tempos, uma linhagem de beduínos é responsável por guardar a chave que decifrará o mais antigo e importante segredo da humanidade – a mensagem criptografada que Jesus Cristo deixou aos Homens. Vivendo no Deserto da Judeia, eles tinham a certeza de que se manteriam anônimos de tudo e de todos. Assim foi até o dia em que assassinos cruéis invadem o templo e dizimam um por um.
Compre: compare preços

A jornalista parecia achar divertida minha irritação.
- Depois, um dia, ele me prometeu exclusividade sobre suas revelações se eu o ajudasse nas pesquisas, e há 10 dias me convenceu a vir para Gordes. Mas antes que pudesse me dizer do que realmente se tratava, as coisas deram errado.
[...]
- O que significa toda essa bobageira? – balbuciei enfim. – E que história é essa de que as coisas deram errado?
- Um carro sai da estrada às duas horas da manhã, sujeitos vigiam você dia e noite, documentos desaparecem, são coisas assim que chamo de dar errado…

Avaliação:
Após a morte de sua mãe, Damien muda-se da França, onde nasceu, para Nova York. Vivendo na cidade por 10 anos, torna-se um famoso e rico roteirista de série de TV. Com a morte do pai, vê-se obrigado a retornar à França, onde começa descobrindo que o acidente de carro que matou seu pai não parece ter sido exatamente um simples e casual acidente. Juntamente com Sophie, uma jornalista que se diz ter sido amiga do falecido, descobre que ele estava envolvido em uma pesquisa sobre um objeto que supostamente teria pertencido a Jesus Cristo. Este objeto, chamado Pedra de Iorden, está relacionado a uma preciosa mensagem que Jesus pretendia ter deixado à humanidade.
Ao dar continuidade à procura do objeto, Damien e Sophie serão perseguidos por inimigos perigosos e muito poderosos.

Está notando alguma semelhança de tema e enredo com um outro livro, que teve grande sucesso falando de mistérios de Jesus? Não? Nem o nome da mulher que ajuda o personagem principal te faz ter um déjà-vu? Rs…
É, este é mais um dos livros que eu chamaria de “os filhos de Código Da Vinci”. Nem a frase teaser no topo da capa nega a intenção de seguir o rastro do tema: “Se você ficou fascinado pelo Código Da Vinci, não pode deixar de ler este suspense!”
Talvez o azar deste livro foi não ter tido a chance de repercutir como o de Dan Brown. Sim, pois o ano de lançamento dos dois é o mesmo: 2003. Mas, pelas minhas pesquisas, ele chegou no Brasil com 4 anos de atraso em relação ao Código, quando o assunto já estava mais do que batido.

Excluindo estas infelicidades envolvendo o livro, eu diria que a história é, sim, interessante e a forma como o suspense é conduzido me prendeu bastante, somente pecando às vezes no excesso de informação e na rapidez da narrativa, o que pode deixar o leitor um pouco confuso.

Na foto abaixo, a parte interna capa, com a obra “Melancolia I”, de Albrecht Dürer.
O Testamento dos Séculos

Veja também:

    1 comentário para “[resenha] O Testamento dos Séculos”

  1. Eu não li O Código Da Vinci mas assisti o filme. Realmente, está na cara a semelhança entre as histórias, tanto pelos personagens quanto pelo enredo.
    Quando falamos em livros quem envolvam o Cristianismo, confesso que fico com pé um pouco atrás… Ainda que seja ficção, não digiro bem a nova ideia dos autores. Digo, o modo com retratam a vida de Cristo e tudo mais.
    Mas, independente disso, O Testemunho dos Séculos me parece um livro de tirar fôlego. Eu leria. Acho que o importante é ler com discernimento.

    Beijos!
    @Jonathan_HGF

Comente!

Spam Protection by WP-SpamFree