[resenha] Só em Beagá

9 de fevereiro de 2012 - quinta-feira - 14:46h   ¤   Categoria(s): Crônicas/Contos, Literatura nacional, Resenhas

Só em BeagáTítulo: Só em Beagá
Autor: Eduardo Ferrari (autor parceiro)
País: Brasil
Ano: 2008
Editora: Medialuna / Mondana
Páginas: 123
Sinopse: O livro “Só em Beagá – Histórias, Crônicas e Reportagens sobre o olhar de uma cidade” é a principal obra mineira sobre as peculiaridades da capital mineira dos últimos dez anos. Nos textos estão uma visão crítica da “Cidade de Minas”, assim chamada à época de sua inauguração ainda no século XIX, e de alguns dos fatos mais marcantes de sua história, como lendas urbanas, visão política e do cotidiano local.

O dia em que o capeta subiu a montanha
Alex era um rapaz que morava na periferia de Belo Horizonte. Com seus 20 anos de idade, sua única diversão eram os bailes nos fins de semana nas quadras da avenida Vilarinho. Um dia resolveu fazer uma brincadeira. Vestiu-se de “Tony Manero”e foi para seus embalos de sábado à noite. Aproximou-se de uma bela moça e chamou-a para dançar. Dançaram por longo tempo e ele era um excelente dançarino, dominando do forró ao funk, do samba à dance music. A moça se encantou por ele e acompanhou-o na dança, até que seu chapéu caiu ao chão e colocou à mostra chifres que estavam na sua cabeça.

Avaliação:
Você sabia que Belo Horizonte fica no meio das montanhas de Minas? Sabia que a sua fundação aconteceu 5 dias antes do planejado? Que existe na cidade a lenda de uma bela loira que seduz os homens e depois vai para o cemitério? Que o único exemplar de gorila no Brasil fica no zoológico de BH? Que o jogo “Stop” também se chama “ABC”?

Neste livro de crônicas, de leitura leve e agradável, você vai aprender muito sobre a capital mineira. Os textos de “Só em Beagá” contêm de tudo um pouco: falam sobre História, Geografia, cultura, sociedade e costumes mineiros, um pouco de crítica e contam alguns “causos” interessantes.

O que torna este livro especial é o ponto de vista. Não foi escrito por alguém de fora, que pode amar a cidade mas desconhece seus problemas e suas particularidades. Não. Eduardo Ferrari nasceu e cresceu em BH, e nos conta em suas crônicas aquilo que só esta cidade possui, seja de bom, seja de “não tão bom”.

Eu particularmente gostei bastante do livro pois descobri recentemente a minha São Paulo. Moro nela há [todos os] 30 anos [da minha vida] e só agora aprendi a reparar melhor, a olhá-la com outros olhos. “Só em Beagá” me mostrou uma Belo Horizonte em seu íntimo, de um modo que eu jamais conseguiria enxergar, nem em mil visitas.
Só em Beagá

    3 comentários para “[resenha] Só em Beagá”

  1. Francisco disse:

    oi,eu só queria saber qual é o preço deste livro e onde eu posso encontra-lo?
    Muito Obrigada pela comprienção.

    Francisco Henrique

  2. Maria Cristina A. Aragão disse:

    Livros de crônica em geral são de leitura rápida e agradável, parace ser o caso desse livro de histórias mineiras.

  3. MarciaDesiree disse:

    Como uma belo horizontina apaixonada por sua cidade, tiro o chapéu. Amo minha cidade! Nasci aqui e aqui que eu quero ficar. O livro deve ser bem interessante, pois tudo que envolve BH eu curto.
    Beijos
    Márcia Desirée – Tesouro Literario

Comente!

Spam Protection by WP-SpamFree