[resenha] Eu Sei o Que Você Está Pensando

11 de junho de 2012 - segunda-feira - 12:56h   ¤   Categoria(s): Literatura estrangeira, Policial, Resenhas, Suspense / Ação

Eu Sei o Que Você Está PensandoTítulo: Eu Sei o Que Você Está Pensando
Título original: Think Of A Number
Autor: John Verdon
País: EUA
Ano: 2010
Editora: Arqueiro
Páginas: 340
Sinopse: Eu sei o que você está pensando propõe um enigma que parece insolúvel. Um homem recebe pelo correio uma carta que termina da seguinte forma – “Se alguém lhe dissesse para pensar em um número, sei em que número você pensaria. Não acredita? Vou provar. Pense em qualquer número de um a mil. Agora veja como conheço seus segredos”. O destinatário, Mark Mellery, pensa no número 658 e, ao abrir um envelope que acompanha a mensagem, descobre que o autor da carta previu corretamente o número que ele acabara de escolher de modo aleatório. Desesperado com os bilhetes ameaçadores que se seguem à carta, Mark procura um velho colega de faculdade, o detetive David Gurney, recentemente aposentado do Departamento de Polícia de Nova York. Aos 47 anos, David acaba de se mudar com a esposa para uma fazenda no interior do estado e tenta se adaptar a um novo estilo de vida. Mas sua mente, extremamente lógica, é fisgada pelo quebra-cabeça apresentado por Mark. Ele percebe que encontrou um vilão à sua altura quando as estranhas ameaças terminam em morte. Tudo leva a crer que o assassino, além de ser clarividente, cometeu um crime impossível, deixando pistas sem sentido e desaparecendo no meio do nada. Consumido pelo desafio de encontrar uma resposta lógica para o caso, David aceita trabalhar como consultor na investigação, colocando em risco seu já debilitado casamento e até mesmo sua vida.
Compre: compare preços

A clara progressão das pegadas na neve, uma depois da outra, seguindo por oitocentos metros ou mais, simplesmente acabava. Não havia nenhum sinal do que acontecera ao indivíduo que as tinha deixado.
[...]
Era como se o assassino tivesse andado objetivamente até esse lugar, parado ali, mudando o peso do corpo de um pé para o outro durante alguns minutos, talvez esperando alguém ou alguma coisa, e então… evaporado.

Avaliação:
A sinopse é fantástica, o título é intrigante e a capa chama a atenção. Livros assim há de monte, principalmente do gênero policial/suspense. Muitos são apenas propaganda, mas Eu Sei o Que Você Está Pensando faz parte da lista dos que não só cumprem com a promessa, como também o fazem de forma elegante e atendem a expectativa mais do que satisfatoriamente.

A proposta do enredo é realmente de queimar o cérebro. Como diabos esse criminoso sabe em qual número que a pessoa pensou? Que pistas são essas que não ajudam em nada a descobrir quem é esse assassino?
A narrativa é em 3ª pessoa, mas sendo o detetive David Gurney o personagem principal, todo o desenvolvimento da história é baseado no ponto de vista dele. É extremamente agradável acompanhar o desenrolar do seu raciocínio para montar o quebra-cabeça que ajudará a encontrar o criminoso. Também sob a ótica de David Gurney, são apresentadas as personalidades dos demais personagens. Com tantos anos de experiência na profissão, o detetive sabe ler em cada expressão, olhar e tom de voz as motivações e receios das pessoas com quem interage. A “materialização” destes personagens na imaginação do leitor é um atrativo à parte.
Um outro ponto que eu, particularmente, gostei bastante, foi das informações técnicas apresentadas em algumas ocasiões da história. Num livro policial, aparecem diversos profissionais ligados à área, como médicos legistas e psiquiatras, havendo muitas discussões referentes a crimes e seus autores. Se as informações que eu li forem realmente legítimas, eu adorei o aprendizado que me foi proporcionado.

Eu me arriscaria a dizer que Eu Sei o Que Você Está Pensando se trata de um livro muito mais mental do que necessariamente de ação, onde o ritmo da história não é atropelado. Há muitos diálogos, muitas análises, alguns devaneios. Eu recomendaria aos leitores que não só gostam do gênero, mas que também têm o costume de tentar desvendar o mistério juntamente com a evolução da leitura.
Eu Sei o Que Você Está Pensando

    6 comentários para “[resenha] Eu Sei o Que Você Está Pensando”

  1. Lucas disse:

    alguem pode me falar quem é o assassino?

  2. Paula Camargo Souza disse:

    Nossa me empolguei com sua resenha e a sinopse do livro,acho que vou adorar o mesmo! Adoooro/amo livro de suspense,mas suspense de verdade que faz o leitor pensar,exatamente oq acontece nesse livro!

  3. Oi Lia!
    Sua resenha ficou excelente, à altura da sinopse sem dúvida! E que classe esse quote em foto! Amei. Estou anotando a dica para quando estiver a fim de ler um livro desse gênero.
    Beijos… Elis Culceag.

  4. Giil Almeida disse:

    Poxa, o livro parece mesmo bom!
    Gostei bastante da resenha, me deixou muito curiosa.
    Sou daqueles que tentam descobrir o mistério ao decorrer da história, amo fazer isso, amo quando as pistas vão aparecendo e a gente vai seguindo, e de repente aparece algo que anula completamente toda a sua teoria e você tem que pensar e pensar para formular uma nova solução ao caso. Apesar de que muitas vezes sigo a pista errada. hahaha
    Mas, gosto de suspenses bem bolados, daqueles que tem um monte de explicações que estiveram bem na nossa cara mas, que não demos a devida atenção e que no fim trazem um incrível fechamento para a história!

    Bjos!

  5. Giani Plata disse:

    Oi Liiiaaaa!!!

    Amo suspense! *-*
    Eu sou dessas que tenta descobrir o mistério antes do final do livro… rsrsrsrs

    Essa parte de aprendizagem também é muito interesante.
    Imagina algum dia vc num lugar, e um médico comentar algo relacionado ao que vc leu!?
    Vc não vai ficar boiando e até vai ter mais assunto para a conversa!

    Esse livro já está na minha Wish List.
    Mas tenho que diminuir minha pilha primeiro… rsrsrsr

    Beijokas

  6. Bruna disse:

    Oi, Lia!!!

    Me empolguei com sua resenha agora *.*
    Primeiro porque concordo com você, a sinopse é fantástica!! Fiquei impaciente, querendo ler esse livro já! Pode parecer uma reação exagerada, mas eu explico o porquê.
    A sinopse, tudo o que você falou sobre o livro, me fizeram lembrar das obras de Ágatha Christie! *___* … mais precisamente, vi em David um Hércule Poirot em potencial! (Um de meus personagens preferidos!!) Adorei a dica!! Assim que tiver um oportunidade o lerei!!

    Parabéns pela resenha! Acho suas escolhas de leitura muito interessantes. Nunca tinha ouvido falar no autor, apesar de achar que já vi a capa do livro em minhas visitinhas aos sites de livrarias ^.^

    Adorei! Dica anotada! ^.~

    Beijo!!
    ;*

Comente!

Spam Protection by WP-SpamFree