O leitor “Intermediário”

14 de setembro de 2012 - sexta-feira - 15:29h   ¤   Categoria(s): Coisas de leitor

Há algumas semanas, um amigo meu, Rapha Motta, me pediu um post com dicas sobre como ler mais. Ele é o tipo de pessoa que gosta de ler, mas não lhe sobra tempo para dedicar à leitura.
Com essa sugestão, eu decidi escrever uma série com 3 posts baseados nos “níveis” de leitores que somos, nomeados de forma ultracriativa como Iniciante, Intermediário e Avançado.

Eu vou começar do meio, de forma bagunçada mesmo, até porque a ordem destes posts não faz diferença nenhuma. Além disso, o Intermediário é justamente o caso do meu amigo, para quem eu já estou devendo o post faz tempo.

E… só para esclarecer antes de começar, as minhas definições de conceitos e as dicas que eu vou dar são totalmente desprovidas de embasamento teórico-científico-literário, ok? São apenas coisas da minha cabeça, fundamentadas em observações e ótimas conversas. =)

 
O Intermediário

É aquela pessoa que gosta de ler, compra livros esporadicamente, mas acaba formando uma pequena fila de não-lidos por falta de tempo para se dedicar à leitura. Além do seu cotidiano (estudo/trabalho, família, amigos), o Intermediário pode ter diversos outros hobbies que competem com a leitura de livros, como internet, filmes, seriados, atividades físicas, videogame etc.

A internet como maior devoradora de tempo

Eu acho que, dos hobbies acima citados, a internet é aquela que nos rouba tempo da maneira mais sorrateira e imperceptível, como um ladrão silencioso no meio da noite. 10 minutinhos viram 2 horas como num passe de mágica. Boa parte disto é culpa da própria dinâmica da internet: links (não-lineares por natureza) levam o usuário por caminhos tortuosos e sem fim. Quantas vezes você já não foi vítima da progressão geométrica no youtube, onde um vídeo puxou outros 3, que puxaram outros 3, que se tornaram infinitos?
youtube infinitoAtualmente, temos também as notificações e atualizações nas redes sociais que têm o absoluto poder de fazer desmoronar nossa capacidade de resistência. Quem aguenta olhar para aquele número dentro do quadradinho vermelho e não clicar para ver o que é? Quem consegue segurar a curiosidade para saber do que são os novos tweets?
notificações Twitter Facebook

 
O smartphone como único companheiro

Os celulares de hoje estão substituindo praticamente tudo: pager (alguém lembra o que é isso?), calculadoras, GPS, videogame portátil, computadores e… amigos (!!?). Pois é, quem nunca ficou na mesa do restaurante mexendo no celular ao invés de conversar com as pessoas em volta?
Por substituírem quase tudo, o celular acaba sendo a 1ª opção para se passar o tempo, seja na sala de espera do consultório, seja no transporte público ou em qualquer situação similar.
Acontece, muitas vezes, de o smartphone ser utilizado em “duplicidade”. Quantas vezes você verificou as notificações do Facebook no celular, chegou em casa, ligou o computador e checou o Facebook novamente, sem ter nenhuma notificação nova?

 
30 minutos

Os itens citados acima, sobre internet e celulares, são apenas algumas dicas principais de onde você pode estar deixando escoar o tempo que você poderia gastar com leitura.
Modificando muito pouco da dinâmica dos seus hobbies (ou vícios, rs), se você se dedicar apenas 30 minutos do seu dia à leitura, você será capaz de ler aproximadamente 1 livro por mês, logicamente dependendo da quantidade de páginas.
Algumas ações que você pode tomar para que estes 30 minutos realmente “aconteçam” são:
● Caso utilize transporte público para ir estudar/trabalhar, leia durante o trajeto.
● Se realmente for irresistível mexer no celular no caminho de volta pra casa, não ligue o computador por 30 minutos assim que chegar. Vá direto ler. “Ah, mas assim que eu chegar em casa, eu vou querer tomar um banho”. Mentira. Se você é viciado em computador, você o ligaria e ficaria muito mais do que meia hora nele.
● Se você não usa transporte público ou o busão que você pega chacoalha mais que panela de pipoca, reserve os 30 minutos em casa mesmo assim.
● Opte pelo livro antes de dormir ao invés da televisão ligada. Nem que você seja Lia-style, que lê 2 linhas e já capota. Ao menos sua mente exercerá uma atividade mais tranquila do que ficar vendo luzes piscantes.
● Comece a carregar um livro pra cima e pra baixo. Quando estiver em situações de espera, faça um esforço para evitar mexer no celular e leia o livro.

 
Mais do que 30 minutos

Caso deseje ler mais do que 30 minutos por dia, o ideal seria estabelecer limites mais rígidos nestes fatores que fazem você “perder” tempo. Não acho que assistir filmes, seriados ou jogar videogame sejam formas de deixar o tempo escorrer entre seus dedos. Mas a internet é. E o celular pode ficar no bolso/bolsa por mais tempo.
E tudo é uma questão de hábito. Nossa mente tem uma capacidade de adaptação incrível às situações que impomos e elas se tornam naturais muito antes de percebermos.

 
E vocês? Também são leitores “Intermediários”? Se sim, sofrem dos mesmos problemas? Têm algum outro elemento “roubador de tempo” que afeta vocês? Sabem de alguma outra dica para ajudar a ler mais? Divida com a gente nos comentários. O que vale aqui é a discussão! =)

    4 comentários para “O leitor “Intermediário””

  1. Raphael Motta disse:

    Devo ter te agradecido na época que vc escreveu isso, no face ou no twitter, mas pelo que vi aqui não agradeci.

    Obrigado pelo artigo Lia, ótimo! Adoro ler o que vc escreve.

    Beijos

  2. Ana Letícia Firmino disse:

    Aii acho que é da minha vida que você está falando ali em cima hahahahah
    Adorei o Blog, conheci hoje vou tentar ler com amis frequencia, você tem uns posts super diferentes dos blogs normais.
    Beijão

  3. Flash disse:

    Eu ACHO que sou um leitor intermediário, pela descrição do post. Leio exatamente seguindo uma das dicas: durante o meu translado para o trabalho.

    Comecei com livros pequenos, leves para carregar sempre na minha mala, e como ando cerca de 60 min. (ida+volta) no metrô todo dia, adquiri o hábito de sempre estar lendo algo no caminho.
    No início até ouvia música do meu celular dumbphone, mas percebi que só atrapalhava ou era um gasto de bateria à toa, então atualmente nem ligo mais.
    Por volta de maio, pedi a um amigo meu que foi aos EUA para me trazer um Kindle Touch. Acho que é o que me fez definitivamente mudar da categoria iniciante para intermediário.

    Agora tenho:
    - Uma pequena fila de livros para ler, que nunca diminui de tamanho;
    - Livros novos, antigos, clássicos, “da moda”, em português, em inglês, recomendados pela Lia, ou não, etc…
    - Costume de gastar em e-books da Amazon, pois em geral é mais em conta que comprar um de papel aqui no BR.
    - Vários livros em pdf ou no formato do kindle(.mobi)

    Pretendo comprar um smartphone em breve, mas acho que consigo manter o hábito de ler, e deixar para brincar de Android em casa. Ainda mais que acostumei com o tamanho do Kindle: nem muito pequeno para ler nem muito grande para carregar.
    :)

  4. HOri disse:

    Não sei se me encaixo na categoria intermediário, talvez deva esperar sair a descrição do iniciante. Mas certente não sou o avançado.

    Mas o meu ponto aqui é a associação de livro e smartphone. Depois de começar a carregar livros digitais nele, eu consegui ler com mais freqüência porque era muito mais fácil, rápido e pratico ler, afinal como vc mesma disse, o smartphone esta sempre a mão. Outra vantagem é que a versão digital não pesa e nem ocupa espaço na mochila/bolsa/whatever.

    No começo demorei a acostumar com a tela pequena e a freqüente necessidade de virar páginas, mas depois que acostumei ficou natural.

    Tenho também um tablet, mas apesar da tela maior, não é muito pratico e muito menos seguro. Afinal costumo ler no metro, na fila do fretado e em qualquer 5 minutos que paro e ficar com tablet na mão é pedir para ser roubado.

    Um detalhe que eu acho super importante na questão de livros digitais. Eu os compro, todos eles, mesmo sabendo que existem versões gratis(piratas) por ai. Quando não acho a opção de comprar a versão digital oficial mas tem a versão pirata, eu compro a versão física e depois baixo a versão pirata.

Comente!

Spam Protection by WP-SpamFree