Categoria: ‘Blog’

Paris 2015 – a parte literária da viagem – II

30 de abril de 2015 - quinta-feira - 12:55h   ¤   Categoria(s): Blog

Finalmente eu arranjei um pouco de tempo pra escrever o post II da minha viagem pra Paris ♥! Desde que eu voltei de férias, já tive que enfiar a cara no trabalho e mal tive tempo de curtir o pós-viagem.

O post II é sobre as comprinhaaass!! \o/
Paris 2015

» LIVROS
Quando eu fui viajar, eu tinha na cabeça a meta de comprar 2 livros. Voltei de Paris com 9. NOVE!!! Tudo bem que 3 deles “não valem” pra entrar na fila de não lidos, rs. Mas mesmo assim… aff.
Bom, pelo menos comprei os que estavam na meta, hahaha!

Livrinhos de colorir
Eu nunca tinha parado pra olhar esses livros, nunca tinha nem chegado perto deles antes. Até que, ao entrar na Gibert Jeune, eu dei de cara com uma prateleira cheinha deles! De vários tamanhos e temas, com páginas destacáveis ou não, mas todos lindos!
Acabei comprando 3, não imediatamente da primeira vez que vi, nem todos na mesma loja. Mas foram 3, hehehe. E são eles que “não valem” pra fila. =D
Paris 2015
Tema: Paris
Paris 2015 Paris 2015
Tema: Art Nouveau
Paris 2015 Paris 2015
Tema: arte celta
Paris 2015 Paris 2015
Le petit Nicolas – Sempé/Goscinny
Desde as aulas de francês, lááá em 2004, eu ouvia falar do petit Nicolas. Ao longo dos anos, cheguei a xeretar os livrinhos dele quando via nas livrarias, mas nunca tomei a iniciativa de comprar.
Da outra vez em que fui pra Paris, eu não comprei porque não tinha nada planejado (pois a viagem era em grupo, por agência de turismo, e a gente ia passar pouquíssimos dias na cidade) e também porque não sabia a ordem dos livros na coleção.
Mas dessa vez eu não queria perder a nova oportunidade. Pesquisei direitinho, vi quais edições existiam, o preço, em que lojas poderia ter, etc. Era um dos livros da meta.
Paris 2015 Paris 2015Eu sempre quis ler as historinhas desse personagem porque é uma temática infantil, de linguagem mais simples, ótimo pra quem não quer passar muito perrengue de ficar indo no dicionário a tooodo momento.
Vamos ver se vai ser assim mesmo, rsrs.

Notre-Dame de Paris – Victor Hugo
Esse livro era o outro da meta. Um belo dia, eu inventei que, sempre que viajasse, procuraria comprar uma caneca do tipo souvenir clichê e um livro de um autor do país, no idioma original.
Eu escolhi Notre-Dame de Paris (ou O Corcunda de Notre-Dame, em pt-br) por alguns motivos:
- porque se passa na Paris medieval, em 1482, e há muita história como pano de fundo;
- por causa de um capítulo em específico, “Paris à vol d’oiseau”, dedicado a descrever a Paris da época (e eu “nem amo” esse tipo de coisa…);
- porque eu dei uma lida rápida na edição em francês que encontrei em uma Livraria Cultura e não me pareceu tão impossível quanto eu imaginava.
Paris 2015 Paris 2015 Paris 2015Eu cacei por várias livrarias uma edição que não fosse pocket e que tivesse um preço razoável, mas acabei desistindo. Era melhor ler o livro primeiro, que é a coisa mais importante a se fazer. Depois, se eu gostar, quem sabe eu não invente de colecionar edições dele?

Les Parisiens Comme Ils Sont – Honoré de Balzac
Sabe quando você está na livraria pra comprar um determinado livro mas um outro fica dançando na sua frente, te seduzindo? Pois é, foi o caso de Les Parisiens Comme Ils Sont, do Balzac. Fininho, pequeno, com um título pra lá de interessante e, ainda por cima, de um importante autor francês? Ai, inferno, vem cá que eu te levo, coisa linda!
É uma coletânea de crônicas publicadas inicialmente em jornais, e conta sobre a cidade e seus habitantes.
Paris 2015 Paris 2015

1000 Years Of Annoying The French – Stephen Clarke
Esse livro foi recomendação de um amigo, do tipo “Já que você curte história da França, lê esse”. Cheguei a ler pouco, um trecho que encontrei na internet, mas, do pouco que li, achei sensacional, tanto em relação à parte histórica quanto ao humor já anunciado no título.
E então que eu estava na Shakespeare and Company, me matando de emoção de estar lá, quando dei de cara com esse livro. Se fosse pra cometer a heresia de comprar um livro em inglês em Paris, que fosse em um lugar onde faria totalmente sentido. Voltei no dia seguinte na S&C.
Paris 2015 Paris 2015

A Year In The Merde – Stephen Clarke
Não contente, lembrei que esse autor tinha uma série de livros sobre a vida na França, a tal da série “Merde”. Pesquisei qual era o primeiro livro. Voltei mais uma vez na S&C.
Paris 2015 Paris 2015Destaque para o carimbo da S&C.
Paris 2015

Transperceneige – Lob, Rochette, Legrand
A lindíssima queridíssima fodíssima Editora Aleph lançou em março a HQ de ficção científica O Perfuraneve. Em um súbito clarão que eu tive quando estava na seção de quadrinhos da Fnac, lembrei que essa HQ é francesa. Lá fui eu importunar uma funcionária com meu francês ruim, sem saber quase nada sobre o livro:
- Madame, bonjour. Você poderia me ajudar, por favor? Eu estou procurando uma HQ, mas eu não sei o título em francês e também não sei os nomes dos autores. Sei que tem um trem que anda na neve, e é ficção científica.
- Ah, acho que sei qual é. Tem um seriado ou filme dele, não é? Vamos procurar no computador.
Depois de umas 3 tentativas de títulos, ela conseguiu encontrar pra mim! Dels abençoe essa mulher!
Paris 2015 Paris 2015Olha, esse livro pode não ser o mais importante que eu comprei em termos de literatura, mas com certeza é o mais lindo e o que mais valeu o esforço. =)

 
» MARCADORES DE PÁGINAS
Eu já mostrei também no instagram durante a viagem, mas quero mostrar de novo, porque são liiiiiiiiindoooooosss!!!
Paris 2015
Sainte Chapelle
Paris 2015 Paris 2015
Victor Hugo
Paris 2015 Paris 2015
Alexandre Dumas
Paris 2015 Paris 2015
Marcadores que ganhei na S&C quando comprei os livros lá.
Paris 2015

 
» SACOLAS
Sacola maravilhosa com a estampa de Tales from the Void, uma colaboração artística entre a S&C, The Cob Gallery e o grupo de artistas Le Gun
Paris 2015 Paris 2015
Saquinho de “papel de pão” onde veio o 2º livro que eu comprei na S&C (já que o primeiro eu levei dentro da sacola do Tales from the Void)
Paris 2015

 
———————

Aiai… Estou apaixonada pelas minhas compras! Não vejo a hora de começar a ler (e pintar também, rs). Pois é, ainda não tive tempo pra começar nenhum deles. Sacumé o trabalho, sacumé a fila. =D
Aliás, a fila… Vai ficar maior, mas paciência. A causa, dessa vez, é boa! =)
Reparem que todos os livros que eu comprei eram ou de autor francês/francófono ou de um assunto relacionado à França, inclusive os livrinhos de colorir. Felicidade sem fim!! ^____^

Para ler e ver fotos sobre os locais literários que eu visitei, vá para o post I.

Paris 2015 – a parte literária da viagem – I

13 de abril de 2015 - segunda-feira - 17:35h   ¤   Categoria(s): Blog

Entre os dias 30 de março e 10 de abril, eu fui viajar pra Paris.

Foi a 2ª vez que eu fui pra lá. A 1ª foi em 2011, mas fiquei na cidade somente por 3 dias, porque fazia parte de um roteiro maior, que pegou também Portugal, Espanha e algumas outras cidades da França.
Vai ter post sobre isso no meu blog pessoal, mas eu queria postar aqui a parte literária da viagem.

Este post I vai ter os seguintes tópicos:
- vi no metrô;
- locais que visitei;
- livros em museus.

O post II vai ter as compras. Não vou colocar aqui porque senão o bagulho fica gigantesco demais.

Algumas coisas vocês já viram no meu instagram, mas pra quem perdeu, posto algumas de novo.

» vi no metrô
O metrô de Paris tem muita propaganda, tanto nos corredores quanto nas estações. A maioria é de assuntos culturais, como teatro, cinema, exposições e livros. Vou chutar que uns 35% é de produtos de consumo e viagens.

Propaganda do livro Seis anos depois, do Harlan Coben
Paris 2015
Propaganda do livro do Jo Nesbø
Paris 2015
Harry Potter l’Exposition: em Saint-Denis, pertinho de Paris, na Cité du Cinéma. Vai de 4 de abril até 6 de setembro de 2015. Mais informações em www.harrypotterlexposition.fr.
Paris 2015

 
» locais que visitei
Vocês lembram que eu falei que uma das missões da minha vida era ir na Shakespeare and Company e comprar lá um livro de um autor francês? Pois é, consegui cumprir metade dela, rsrs. Na verdade, a S&C é especializada em livros anglófonos, então não encontrei nenhum livro em francês lá. Bom, até podia comprar um livro de um autor francês escrito em inglês, mas aí não faria sentido.
Paris 2015 Paris 2015Da primeira vez, eu fui só conhecer mesmo. Não tem foto de dentro porque não pode ficar tirando foto lá. O lugar é superapertadinho, entuchado de livros, visitantes e clientes. Imagina a bagunça e o incômodo que seria se pudesse tirar foto.
Aí eu voltei lá ainda mais 2 vezes, pra comprar 2 livros, um de cada vez, huahuahua! Uma das vezes estava meio muvucadinho, com fila pra entrar.
Paris 2015

A maison de Victor Hugo que fica na Place des Vosges, nº 6 é o local onde Victor Hugo morou entre 1832 e 1848. Infelizmente, ele estava fechado por conta de reformas para acessibilidade e museografia. A reabertura está prevista para 2 de junho. Mas deu pra tirar uma fotinho na porta. =)
Paris 2015

Inicialmente construído para ser um tributo a Sainte Geneviève, padroeira de Paris, o Panthéon foi laicizado, e nele hoje repousam célebres personagens da história francesa, entre eles, alguns escritores.
Cartazes explicando sobre Victor Hugo, Alexandre Dumas e Émile Zola
Paris 2015Cripta desses 3 escritores
Paris 2015 Paris 2015Túmulo do Victor Hugo
Paris 2015Túmulo do Alexandre Dumas
Paris 2015Túmulo do Émile Zola (tá bem ruim de ver, mas, acreditem em mim, rs, é o túmulo dele)
Paris 2015Estátua de Voltaire (o túmulo está atrás, esqueci de tirar foto)
Paris 2015
Também fui caçar o local onde a Gertrude Stein morou. Fica na rue de Fleurus, nº 27, e o prédio é habitado normalmente hoje.
Paris 2015 Paris 2015

A Bibliothéque Sainte-Geneviève fica próxima ao Panthéon. Ela apareceu no filme Hugo Cabret, quando o Hugo e a Isabelle vão pesquisar sobre Méliès.
Os visitantes só podem entrar na biblioteca acompanhados por um funcionário, que ficará junto com você dentro de um cercadinho bem no meio do salão da sala de leitura. A única coisa que é possível fazer é olhar, passar mal de deslumbre e tirar foto sem flash. Obviamente, não faz sentido permitir que turistas fiquem circulando entre as estantes e atrapalhando quem está querendo estudar. =)
Paris 2015

 
» livros em museus
Só umas fotinhos legais de uns livros antigos que tinham em alguns museus.
Paris 2015 Paris 2015 Paris 2015

Para ver as compras de livros e itens relacionados a leitura, vá para o post II.

Balanço 2014

4 de janeiro de 2015 - domingo - 20:22h   ¤   Categoria(s): Blog

Em 2014, meu orgulho foi a quantidade de livros lidos.
Minha vergonha foi a fila.

Na verdade, minha vergonha sempre é a fila, mas em 2014, a situação foi pior porque ela terminou o ano MAIOR do que quando começou. Tudo bem que teve a Bienal e depois teve a Feira da USP, mas aff, lamentável. =P

Bom, eu fiz um esqueminha quase igual ao Balanço 2013. Vejam o desastre, hahaha!
E depois, eu coloquei uma imagem que eu fiz com as capas de todos os livros lidos em 2014.
Balanço 2014
Abaixo, os 60 livros que eu li em 2014. Cliquem na imagem para poder visualizá-la em tamanho maior. Os livros com coraçãozinho são os que eu mais gostei.
Como podem perceber, eu leio muita coisa de qualidade, mas leio muita tranqueira também, hahaha!
Lidos2014

Veja também:

Balanço 2013

11 de janeiro de 2014 - sábado - 10:37h   ¤   Categoria(s): Blog

Finalmente consegui avaliar como foi meu 2013 em termos de livros e leituras…

Pra ser sincera, achei que o ano que passou foi razoável. Sei que não consigo ler tanto quanto outros blogueiros insanos por aí, mas sei que fiz o meu máximo.
O que me deu muito orgulho foi a quantidade de livros que comprei, graças ao Castigo Pós-Bienal que consegui cumprir direitinho! Entretanto, a minha fila de livros não-lidos não baixou em quase nada! Uma vergonha absurda!!

Vamos aos números…
Balanço 2013

As metas para 2014 estão no post anterior. =)

Veja também:

Então é 2014!

8 de janeiro de 2014 - quarta-feira - 19:47h   ¤   Categoria(s): Blog

Oooooi, gente!!! Tô atrasadíssima com meus posts, né?
Fiquei em Peruíbe durante quase todos os dias das minhas férias e só voltei domingo, pra já retornar ao trabalho na segunda.

Como foram de festas? Muita comilança? Muitos livros de presente?
Eu ganhei 3 – ou mais –, rsrs…
presentes- da Ana, A máquina diferencial (William Gibson e Bruce Sterling), no amigo secreto do trabalho;
- da cunhada Cris, Longe da árvore (Andrew Solomon), no amigo secreto da família do namorado;
- do namorado, um vale-presente da Livraria Cultura, de Natal, e pretendo gastar com 2 livros.

 
Mas vamos às metas de 2014!! Ano de Bienal do Livro SP!! \o/
2014
As minhas “diretrizes” principais serão:

Não participar de nenhum desafio
Não quero ser chata nem estraga-prazer com quem está empolgado para participar de desafios literários. No fundo, eu acho ótimo, pois é uma grande oportunidade de ler coisa diferente e de tentar ser disciplinado. Mas eu já participei de um em 2012 e fiz meu próprio em 2013. Por essas experiências – que, sim, tiveram muitos pontos positivos – eu aprendi que é um perrengue ficar se organizando todo santo mês para fazer o tal do livro se encaixar na sua meta. A leitura acaba se tornando obrigatória e o nosso querido e amado hobby deixa de ser 100% prazeroso.
De qualquer forma, pra quem nunca participou de um desafio literário, acho que vale muito a pena. Ignorem o que eu acabei de escrever nesse bloco, rs.

Comprou, leu
Em 2014, livro comprado não deverá ser “enfilado”. Nada de ir para estante para ser lido só daqui a 3, 4, 7 anos. Livro comprado deverá ser devorado imediatamente. Um bom planejamento e noção de timing vai ser muito necessário. E tem coisa melhor do que planejamento para dar aquela brochada na compulsão? =D
Só tem um porém… É a exceção, rs. Na maior cara de pau do mundo, eu digo que essa regra não vale para os livros que eu vou me matar de comprar na Bienal. Mas calma, gente… Eu vou tentar amenizar o impacto antecipadamente. Por isso tem o próximo tópico.

Foco total em diminuir a fila
Vou ser sincera: eu não tenho nenhum grande plano de ação concreto para te dizer como é que eu vou fazer essa bendita fila baixar mais rápido do que o normal. Meu cotidiano não me dá muito espaço para ler 60~120 páginas por dia. Trabalho, montagem de marmita (hahaha!), academia e namorado são itens dos quais não quero abrir mão. Mas tenho algumas pequenas ideias que podem fazer a diferença se somadas:
- perder menos tempo lendo inutilidade no Facebook;
- ler por meia hora antes de dormir (ou seja, ir meia hora mais cedo pra cama e tentar não capotar muito rápido);
- manter a concentração na leitura e não ficar pensando em unicórnios, sorvete e roda-gigante;
- roubar descaradamente e ler os livros mais finos, hahahaha! (o pior de tudo é que eu estou querendo ler esse que ganhei da cunhada nos próximos meses… ele tem 1050 páginas!! u.u);
- dar preferência aos livros que prendam mais a atenção.

Acho que é isso. Poucas metas, mas bem robustas, apesar de não serem agressivas ou inatingíveis. Só preciso manter o foco e lembrar que tenho uma honra que foi duramente reconquistada e que não posso perder, hahaha!

 
No próximo post eu falo de 2013. =)

Veja também: