Categoria: ‘Espiritismo / Religiões’

[resenha] Milagres do Ágape

28 de novembro de 2012 - quarta-feira - 09:36h   ¤   Categoria(s): Espiritismo / Religiões, Literatura estrangeira, Resenhas

Milagres do ÁgapeTítulo: Milagres do Ágape
Título original: Miracle On Hope Hill
Autor: Carol Kent e Jennie Afman Dimkoff
País: EUA
Ano: 2011
Editora: Valentina
Páginas: 306
Sinopse: ‘Milagres do Ágape’ é uma coletânea de histórias verídicas que buscam mostrar a manifestação do amor de Deus intervindo na vida de pessoas comuns. Ao final de cada história, um versículo da Bíblia Sagrada.
Compre: compare preços

Toni experimentou o toque divino por meio das mãos amorosas e das preces poderosas de uma missionária que falava espanhol e ouviu a voz suave de Deus às 11 da noite. Ela nunca havia tido uma experiência como essa antes, nem voltou a ter depois daquele dia. Porém, no momento em que mais precisava, Deus ouviu seu choro de desespero, cuidou da sua dor e enviou-lhe uma estranha, que reafirmou para ela o Seu amor abundante.

Avaliação:
Milagres do Ágape traz diversos textos escritos pelas autoras, contando histórias sobre o amor de Deus agindo sobre as pessoas na forma de pequenos milagres ou da bondade do próximo.

Eu me considero bastante espiritualizada, mas gosto de dizer que não pertenço a nenhuma religião, como se o Deus em que acredito não fosse definido por nenhuma convenção humana. Entretanto, o fato de o livro ter sido escrito por duas cristãs e de os textos terem uma visão cristã dos acontecimentos não me impediram de ficar bastante emocionada com as histórias.

Alguns relatos são de caráter “inexplicável”, como o caso da mulher que passava por dificuldades desesperadoras no momento em que estava ajudando seu pai inválido e pediu, em voz baixa, mas agonizante, por socorro quando de repente, do nada, entra uma pessoa na casa dela perguntando se precisava de ajuda, pois tinha escutado, lá de fora, o seu grito. A pessoa que havia pedido por socorro não havia gritado. Mas a boa alma que veio ajudá-la escutou, da rua. Outros relatos são daqueles que nós costumamos classificar como “coincidências”, como quando estamos dirigindo e erramos um caminho, que nos leva a encontrar um desconhecido, mas que era a pessoa certa que estávamos procurando.

O livro tem quase 40 pequenas histórias, todas realmente muito bonitas. São daqueles tipos que aquecem o coração, fazem brotar uma esperança que você nem entende direito em quê exatamente é e te fazem ter fé de que o amor existe de verdade, na forma ampla, sincera e incondicional.

A capa me chamou muito a atenção, pois achei bastante elegante, ao mesmo tempo trazendo uma paz ao olhar para a sua imagem. A diagramação também é muito bonita, com uma frase ilustrando o começo de cada capítulo e um versículo da Bíblia em cada final.

É uma leitura bastante recomendável para pessoas que estão precisando abrandar o espírito endurecido e passar a enfrentar os dias com mais alegria, revertendo o imperceptível efeito que as negatividades do cotidiano inevitavelmente trazem.
Milagres do Ágape

[resenha] Corações Sem Destino

15 de fevereiro de 2012 - quarta-feira - 15:20h   ¤   Categoria(s): Espiritismo / Religiões, Literatura nacional, Resenhas

Corações Sem DestinoTítulo: Corações Sem Destino
Autor: Eliana Machado Coelho, pelo espírito Schellida
País: Brasil
Ano: 2009
Editora: Lúmen
Páginas: 506
Sinopse: Rubens era apaixonado por Lívia, noiva de seu irmão Humberto. Mergulhado numa vida desequilibrada pelo jogo, pela bebida e pela promiscuidade, Rubens assim mesmo alimentava o sonho de ter Lívia em seus braços. Movido pela paixão incontrolável e pela inveja, comete um desatino: decide matar seu irmão empurrando-o sob as rodas de um trem. O crime jamais foi descoberto. Anos depois, na espiritualidade, o próprio Humberto irá se empenhar para socorrer o irmão nas zonas inferiores. Um novo planejamento reencarnatório é programado para Humberto, Rubens e Lívia. Só que, desta vez, é Humberto que não vai suportar ver Lívia ao lado de Rubens.
Compre: compare preços

- Não vai fazer a refeição conosco?
- Não – respondeu com simplicidade. Em seguida, considerou em tom brando para ensiná-la: – Creio que já deve saber sobre a decisão de Lívia e, como não poderia ser diferente, estou abalado. E, aqui, não se senta à mesa aquele cujas ondas vibratórias produzem fluidos pesarosos, o que é verdadeiro veneno se misturado aos fluidos salutares das substâncias alimentares. Isso nos intoxica.

Avaliação:
A primeira coisa que eu pensei ao terminar o livro foi: “Omg, o que vou escrever na resenha deste livro tão maravilhoso?”
Antes de começar, devo lembrar a vocês que “Corações Sem Destino” trata-se de um livro espírita. É um pouco complicado para se manter totalmente imparcial diante de um assunto tão delicado como a crença das pessoas. Por isso, peço que levem em consideração de que não estou “pregando” nenhuma religião neste post. =)

O livro começa contando rapidamente os fatos da última encarnação dos personagens. Rubens havia assassinado o seu irmão Humberto jogando-o debaixo das rodas de um trem, mas o crime nunca foi descoberto, sendo dado como um acidente, ou até suicídio. O motivo? Rubens cobiçava Lívia, namorada de Humberto.

Depois de muitos anos, já na espiritualidade, todos estão desencarnados e Rubens se encontra perdido e sofrendo nas zonas inferiores, por consequência dos seus atos, vícios e estilo de vida. Lívia, com a justificativa de que a sua vaidade foi responsável por incentivar Rubens a achar que tinha chances com ela, sente-se culpada pelo assassinato de Humberto e deseja reencarnar para corrigir os erros. Humberto e Rubens serão irmãos novamente, mas desta vez, Lívia será namorada de Rubens. Esta decisão só tem um único porém: Lívia e Humberto são almas gêmeas.

De volta à “vida terrena”, Humberto inevitavelmente se apaixona pela namorada de seu irmão, sendo também por ela correspondido.
O que farão? Confessarão seu amor um ao outro? Trairão a confiança de Rubens e de toda a sua família? Ou vão optar pelo sofrimento em nome dos seus valores morais?
E Rubens? Está conseguindo superar seus vícios e melhorar o estilo de vida que o fez sofrer no desencarne passado?

O decorrer da história mostra o como nosso livre arbítrio é o que determina o rumo de nossas vidas. Apesar de ter sido feito cuidadoso planejamento reencarnatório a fim de auxiliar na nossa evolução espiritual, somos livres para escolher nossos pensamentos e ações.

“Corações Sem Destino” foi um dos melhores livros espíritas que li até hoje. Gostei não só dos muitos ensinamentos contidos neles, mas também me encantei com o enredo da história, que é bastante emocionante, cheio de intrigas, reviravoltas e surpresas. É uma ótima recomendação aos que gostam do gênero!

Este livro também faz parte da lista do Desafio Realmente Desafiante. A meta do mês de Fevereiro é ler um livro com um personagem cuja inicial do nome seja igual à do seu. O nome de uma das personagens é Lívia.

Não tirei nenhuma foto de dentro do livro pois a diagramação é simples, sem nada de diferente. Mas achei a capa muito bonita, principalmente o detalhe dos pequenos corações espalhados no canto da imagem. Parecem fichinhas de plástico! =)
Corações Sem Destino

Veja também: