Categoria: ‘Infantojuvenil’

[resenha] Starters

30 de agosto de 2012 - quinta-feira - 12:35h   ¤   Categoria(s): Ficção Científica, Infantojuvenil, Literatura estrangeira, Resenhas

StartersTítulo: Starters
Título original: Starters
Autor: Lissa Price
País: EUA
Ano: 2012
Editora: Novo Conceito
Páginas: 367
Sinopse: Seu mundo mudou para sempre. Callie perdeu os pais quando a Guerra dos Esporos varreu todas as pessoas entre 20 e 60 anos. Ela e seu irmão mais novo, Tyler, estão se virando, vivendo como desabrigados com seu amigo Michael e lutando contra rebeldes que os matariam por uma bolacha. A única esperança de Callie é Prime Destinations, um lugar perturbado em Beverly Hills que abriga uma misteriosa figura conhecida como O Velho. Ele aluga adolescentes para alugar seus corpos aos Enders – idosos que desejam ser jovens novamente. Callie, desesperada pelo dinheiro que os ajudará a sobreviver, concorda em ser uma doadora. Mas o neurochip que colocam em Callie está com defeito e ela acorda na vida de sua inquilina, morando em uma mansão, dirigindo seus carros e saindo com o neto de um senador. Parece quase um conto de fadas, até Callie descobrir que sua locatária pretende fazer mais do que se divertir – e que os planos de Prime Destinations são tão diabólicos que Callie nunca podia ter imaginado.
Compre: compare preços

– Quer dizer que ela visualiza a si mesma como se fosse eu e, se quiser alguma coisa, pensa dessa maneira e minha mão pega o que ela quer?
– Exatamente como se ela estivesse em seu corpo. Ela usa a mente para caminhar para fora daqui em seu corpo e consegue ser jovem novamente. – Ele apoiou o cotovelo sobre a outra mão. – Durante algum tempo.
– Mas como…?
– Ele apontou para o outro lado da tela.
– Deste lado, em outra sala, a doadora – no caso, você – está conectada ao computador por uma ICC sem fio.
– Sem fio?
– Nós inserimos um pequeno neurochip na parte de trás da sua cabeça. Você não vai sentir nada. É totalmente indolor. O neurochip permite que você esteja conectada ao computador a qualquer momento. Nós conectamos suas ondas cerebrais ao computador e ele conecta vocês duas.

Avaliação:
A Guerra dos Esporos matou todas as pessoas entre 20 e 60 anos de idade. Callie, de 16, e seu irmão Tyler, de 7 anos, ficaram órfãos e não possuem nenhum parente que possa cuidar deles. Tyler está doente, com algum problema pulmonar. Se não for incurável, o tratamento certamente custa muito dinheiro, que Callie está longe de ter. Os menores de 19 anos não podem trabalhar, mas é melhor viver nas ruas – ou melhor, dentro dos prédios abandonados – do que ser pego pelos Inspetores e ir parar em uma Instituição.
Até que Callie ouve falar da Prime Destinations, uma empresa que aluga corpos de Starters para os Enders que desejam ser jovens novamente, ainda que por um breve período, e pagam uma fortuna por isso. Vendo nesta oportunidade a solução para salvar seu irmão, Callie decide tornar-se uma doadora. Segundo o contrato de serviço, Callie receberá seu pagamento somente após o terceiro período de doação.
Entretanto, é justamente durante este seu terceiro aluguel que Callie “acorda” em seu próprio corpo, quando na verdade deveria permanecer inconsciente enquanto sua inquilina curte sua temporária juventude.

A história de Starters é muito original e o enredo é muito bem construído. Gostei muito de perceber como os detalhes são bem colocados ao longo da trama para teorizar e explicar o conceito principal do livro, que é o aluguel de corpos.
O ritmo com que a história se desenvolve é sem atropelos, com os fatos e acontecimentos bem amarrados, trazidos no momento certo, expondo surpresas e reviravoltas e finalizando de modo bastante satisfatório.
Outra coisa que me chamou bastante atenção é a questão dos valores humanos que giram em torno do eixo principal da história. Por que fingir ser jovem novamente? Qual a sensação de voltar a ser idoso no término do aluguel? Qual a importância da vida versus a importância do corpo de um jovem? Já que a tecnologia consegue prolongar a vida das pessoas até os 200 anos de idade, como é ser um idoso durante 70% da sua vida? Muitas dessas questões são sugeridas, mas nem sempre respondidas.

Entretanto, um problema que todo livro sobre distopia vai ter comigo é que o meu preferido – topo da lista, absoluto entre todos os gêneros que leio – é o célebre Admirável Mundo Novo, de Aldous Huxley. Por mais covardia que seja, é impossível para mim evitar comparações.
Como eu disse acima, tudo que rodeia o conceito do aluguel de corpos é muito bem descrito e estruturado, mas senti falta de um “mundo” maior ao redor da história de Callie. Os detalhes da Guerra são muito breves, os fragmentos de relatos de como a protagonista perdeu seus pais não chegam a envolver ou emocionar.
Ou talvez, quem sabe, este livro seja apenas uma apresentação parcial de como a vida de uma adolescente órfã ficou após a Guerra. Se eu fosse a autora, soltaria um segundo livro intitulado “A Guerra dos Esporos – Como o Mundo se Dividiu em Starters e Enders” e já me prepararia para uma trilogia-de-4-livros. Está me ouvindo (lendo), Lissa Price? =)
Editado às 19:36h: Ó que tonta, eu! =P Vi agorinha que já existe uma continuação de Starters, não lançado no Brasil ainda, e chama-se “Enders”. Não vou modificar o texto acima. A sugestão, então, fica pro 3º livro, hehehe.

De qualquer forma, é uma história ótima, que cumpre com muita competência o seu papel de entreter o leitor e levantar algumas questões morais, ainda que de modo leve.

Com relação ao livro físico em si, não há muito o que comentar sobre a capa. É simplesmente linda e elegante, mostrando um “futurismo” atualizado, sem parecer clichê.
Starters

Para aqueles que ainda não leram o livro e estão a fim de ler um breve teaser, o blog da Editora Novo Conceito disponibilizou gratuitamente em formato .epub o conto “Retrato de uma Starter – Uma Descoberta”, que mostra um curtíssimo período imediatamente antes do ponto onde o livro começa. Para quem quiser baixar, o link é esse. Para quem for ler no computador, é necessário um programa para rodar o formato .epub, e a sugestão é o Calibre, baixável aqui.

[dica] Vale Encantado – Oswaldo Montenegro

20 de maio de 2012 - domingo - 18:47h   ¤   Categoria(s): Dicas, Infantojuvenil, Literatura nacional

Ontem, fui assistir um musical chamado “Vale Encantado”.

Vale Encantado

Este musical é do Oswaldo Montenegro, e é baseado no livro homônimo, também de autoria dele.
A frase que o descreve (“um musical infantil pra gente grande”) é a mais pura verdade! Seu lado criança fica encantado com a quantidade de personagens de histórias infantis, enquanto o seu lado adulto fica impressionado com a qualidade da peça e o talento dos artistas. Fiquei boba com os efeitos e truques de luz, derreti meu coração com as vozes lindas dos cantores, adorei o humor despretensioso misturado com a fantasia.
Queria também agradecer o convite do meu amigo, da empresa Lister, que é uma das apoiadoras do musical.

 
Informações sobre a peça:

Local:
Teatro Dias Gomes
R. Domingos de Moraes, 348
Vila Mariana – São Paulo – SP
Telefone para contato:
(11) 5575-7472 das 10h às 18h
Realização:
Oficina dos Menestréis (link do musical)
E-mail:
informacoes@oficinadosmenestreis.com.br
Estacionamento:
Amira Park
R. Domingos de Moraes, 343 (em frente à galeria onde se localiza o teatro)

 
Sobre o livro:

Vale Encantado Título: Vale Encantado
Autor: Oswaldo Montenegro
Páginas: 50
Sinopse: Neste livro existe um vale em que todos os personagens dos contos de fada ficam atentos aos chamados dos alto-falantes, para a qualquer momento entrar na vida e nos sonhos das pessoas.

[resenha] Contos de Fadas Norte-Americanos

10 de abril de 2012 - terça-feira - 17:38h   ¤   Categoria(s): Aventura / Fantasia, Infantojuvenil, Literatura estrangeira, Resenhas

Contos de Fadas Norte-AmericanosTítulo: Contos de Fadas Norte-Americanos
Título original: American Fairy Tales
Autor: L. Frank Baum
País: EUA
Ano: 1901
Editora: Martin Claret
Páginas: 118
Sinopse: L. Frank Baum é autor do famoso Mágico de Oz. Este é outro livro seu que também encanta pelas histórias surpreendentes, pelo humor e fantasia que nelas se acham perfeitamente conjugados. É o caso do conto “A captura do Pai-tempo”, uma história maravilhosa na qual um menino caubói prende com seu laço o Tempo. O mundo todo para de movimentar-se, e os acontecimentos que sucedem são repletos das ações e aventura que o menino leva avante para brincar com o seu prisioneiro e com as pessoas da cidade onde ele vive. Os demais contos, doze ao todo, possuem o mesmo ritmo aventuroso e mágico e surpreenderão tanto as crianças quanto os adultos.
Comprar: Livraria Cultura Livraria Saraiva Fnac Livraria da Travessa

[...] Aqui estão alguns bombons mágicos. Depois de comer este cor de alfazema, poderá dançar com leveza e graça, como se tivesse sido treinada para isso a vida toda. Depois de consumir o bombom rosa, cantará como um rouxinol. Comer o branco vai capacitá-la a tornar-se a melhor oradora da face da Terra. O bombom de chocolate vai enfeitiçá-la para tocar piano melhor que Rubenstein; depois de comer o bombo amarelo-limão, poderá facilmente elevar sua perna um metro e oitenta centímetros acima da cabeça.

Avaliação:
“Meus livros são destinados a todos aqueles cujo coração é jovem, não importa qual seja a idade que tenham.” Assim disse L. Frank Baum, o autor deste livro e também do clássico O Mágico de Oz.

Os 12 contos deste livro são povoados de seres ou itens fantásticos, como duendes, um besouro falante que ajuda uma família humilde, uma manequim de vitrine ou um cachorro de vidro que ganham vida, bombons mágicos que fazem a pessoa que os comer adquirir habilidades artísticas, ladrões italianos que estavam guardados dentro de um pequeno baú, entre outros.
São histórias deliciosas, com as quais você simplesmente volta a sentir o encantamento que a magia e a inocência da infância proporcionavam. Os enredos são simples, muito bonitinhos, com lições e ensinamentos, e sem grandes tramas e complicações inerentes ao mundo adulto. Você lê e se diverte de forma pura, leve, como se voltasse a ser criança de novo!

O livro é pequeno, naquele tamanho pocket, e com poucas páginas, o que faz dele uma excelente emergência para viciados, para carregar na bolsa / pasta /mochila sem pesar muito e lê-lo rapidinho quando houver poucos minutos de tempo livre.
Pessoas inquietas como eu, que se distraem facilmente, talvez tenham problemas para ler mais de um conto na sequência, justamente por causa da quebra existente entre uma história e outra. Não é como um livro contínuo, onde você não percebe que, de repente, leu 50 páginas sem querer. Mas de qualquer forma, sugiro não ter pressa para ler, pois é o tipo de livro que você saboreia devagar, como se fosse uma bolacha recheada que você abre em duas fatias porque assim ela fica mais gostosa.
Contos de Fadas Norte-AmericanosOutras capas:
Contos de Fadas Norte-Americanos Contos de Fadas Norte-Americanos Contos de Fadas Norte-Americanos Contos de Fadas Norte-Americanos

[vídeo] A menina que odiava livros

13 de março de 2012 - terça-feira - 15:51h   ¤   Categoria(s): Infantojuvenil, Literatura estrangeira

Enquanto o Ecad não censura de vez o compartilhamento de vídeos na internet, queria dividir com vocês uma historinha muito bonitinha que encontrei nas minhas andanças no youtube!
Confesso que fiquei com medo de um dia a minha casa ser igual à dos pais da garota, rs.

Este vídeo é baseado no livro de mesmo nome, da autora indiana Manjusha Pawagi.

Eu já tive a chance de ver pessoas começando a se interessar pela leitura. É um acontecimento de derreter o coração! =)

Veja também:

[dica] A Garota das Laranjas – Jostein Gaarder

13 de fevereiro de 2012 - segunda-feira - 20:43h   ¤   Categoria(s): Dicas, Infantojuvenil, Literatura estrangeira

Em 2005, Jostein Gaarder veio para o Brasil para o lançamento do seu livro “A Garota das Laranjas”. Eu nunca fui de ficar indo em sessões de autógrafos de autores, e só tinha lido “O Mundo de Sofia” até então, mas não sei por que cargas d’água, lá fui eu na Livraria Cultura do Shopping Villa Lobos pegar autógrafo do escritor norueguês.

As fotos estão pequenas pois editei-as para um outro blog meu, na época, e não sei onde coloquei os arquivos originais.
Jostein Gaarder Jostein Gaarder Jostein Gaarder Jostein Gaarder
A Garota das LaranjasTítulo: A Garota das Laranjas
Autor: Jostein Gaarder
Páginas: 132
Editora: Companhia das Letras
Neste livro de Jostein Gaarder, uma carta que ficou guardada por muito tempo revela ao adolescente Georg uma história extraordinária. O autor da carta é o pai do menino, morto há onze anos. Ele escreveu esta longa mensagem de despedida para que o garoto pudesse ler quando estivesse mais maduro. A história contada pelo pai é do tempo em que era um jovem estudante de medicina e de sua busca por uma moça desconhecida, que ele vê por acaso nas ruas de Oslo, sempre carregando um saco cheio de laranjas. Apaixonado, o rapaz persegue os diversos mistérios que cercam os seus encontros fugidios com a garota das laranjas, numa aventura que culmina numa grande revelação.

 
Recomendo muito a vocês este livro! Tem uma história linda e emocionante! Só não empresto porque meu exemplar é autografado, rsrs. ^_~ #exibida

Veja também: