Tag: ‘Ed. Sextante’

[mapas] Hotel Ritz Paris

29 de março de 2012 - quinta-feira - 15:17h   ¤   Categoria(s): Literatura estrangeira, Mapas

Antigamente, no meu blog pessoal, eu gostava muito de ficar criando “séries”, como a seção “Palavra no Título”, que criei há algumas semanas aqui. Pelo visto, a mania não mudou, rs.

Esta nova seção, chamada “Mapas”, é sobre os interessantes lugares que aparecem nos livros que eu li e/ou resenhei. A princípio, serão lugares reais, que existem no mundo, que podem ser encontrados através do Google Maps / Street View / Earth etc e que você poderá visitar algum dia, se o lugar ainda existir.

E como uma boa babona, eu simplesmente preciso começar com Paris! =)

Local: Hotel Ritz – Paris – França
Livro: O Código Da Vinci – Dan Brown
Detalhes: É o hotel onde o personagem principal, Robert Langdon, se hospeda em Paris.

O Hotel Ritz fica na Place Vendôme, no 1er arrondissement de Paris. Abaixo, o próprio aplicativo do Google Maps. Se preferir ir para o mapa ampliado, clique no link abaixo da figura.


Ir para o mapa ampliado

Foto que eu tirei em uma das paradas do tour noturno de ônibus:
Hotel Ritz Paris

Algumas fotos de internet:
Hotel Ritz Paris Hotel Ritz Paris Hotel Ritz Paris Coco Chanel morou no Ritz durante muitos anos.
Hotel Ritz Paris Hotel Ritz Paris

Espero que gostem na nova seção! =) Conhecer o mundo através dos livros é maravilhoso, e agora com as ferramentas atuais que a internet oferece, fica facinho de ver onde e como é!

Veja também:

[parceria] editoras: Martin Claret e Arqueiro/Sextante

10 de fevereiro de 2012 - sexta-feira - 19:32h   ¤   Categoria(s): Parcerias

Feliz da vida de vir contar pra vocês sobre 2 novas parcerias do blog: Editora Martin Claret e Editoras Arqueiro e Sextante! =)
(os textos e imagens foram copiados dos sites da editora – links no final do post – e do material enviado por elas)
Editora Martin ClaretA Editora Martin Claret foi fundada em São Paulo, no início da década de 1970, pelo empresário, editor e jornalista gaúcho Martin Claret, para publicar, em um primeiro momento, as obras do filósofo e educador brasileiro Huberto Rohden, autor mundialmente conhecido de mais de 65 obras sobre filosofia, religião, ciência e educação.
Hoje, a Editora possui aproximadamente 500 títulos em catálogo, de obras-primas da literatura universal, de filosofia, direito, política, sociologia e religião. É uma empresa editorial altamente diferenciada, operando em nichos criados pela própria empresa.
Em 1982, o fundador da Editora lançou na indústria editorial brasileira o livro-clipping (o livro montado, de vários autores), voltado para o crescimento espiritual e humano do leitor. Nesse segmento, possui atualmente 6 coleções, com mais de 150 títulos.
Outra inovação da Editora foi o livro-pocket com alta qualidade gráfica, a preços acessíveis, com a coleção A Obra-Prima de Cada Autor, cuja proposta é de 500 títulos, dos quais a editora já publicou 300 volumes. Grande parte desses títulos são recomendados ou adotados em escolas, faculdades e vestibulares.

Um dos lançamentos da Martin Claret:
O Moço LoiroO Moço Loiro – Joaquim Manuel de Macedo
Honorina, uma jovem e bela dama, sempre cercada de ilustres admiradores — e por isso alvo de inveja das moças da Corte —, começa a ser cortejada por um homem misterioso, conhecido apenas pela alcunha de “o Moço Loiro”. Ele está sempre por perto, como que onipresente, valendo-se de uma série de artimanhas para ocultar sua identidade. No entanto, as atenções da dama a esse misterioso cavalheiro começam a causar ciúmes naqueles que nutrem esperanças em conquistar o seu amor. Por causa de um deles, o mais fervoroso e o mais desprezado, Honorina e sua família acabam sofrendo as consequências de um plano perverso. Repleto de personagens charmosos e carismáticos, o romance de Joaquim Manuel de Macedo mistura doçura, ironia e comicidade. Trata-se de um belo retrato do Rio de Janeiro do século XIX.

Alguns dos livros do extenso catálogo da Martin Claret:

Links:
Twitter: @EdMartinClaret
Site: http://www.martinclaret.com.br/
Facebook: aqui

________________________________________________________________________
 

Editoras Arqueiro e SextanteGeraldo Jordão Pereira (1938-2008) começou sua carreira aos 17 anos, quando foi trabalhar com seu pai, o célebre editor José Olympio, publicando obras marcantes como “O menino do dedo verde”, de Maurice Druon, e “Minha vida”, de Charles Chaplin.
Em 1976, fundou a Editora Salamandra com o propósito de formar uma nova geração de leitores e acabou criando um dos catálogos infantis mais premiados do Brasil. Em 1992, fugindo de sua linha editorial, lançou Muitas vidas, muitos mestres, de Brian Weiss, livro que deu origem à Editora Sextante.
Fã de histórias de suspense, Geraldo descobriu O Código Da Vinci antes mesmo de ele ser lançado nos Estados Unidos. A aposta em ficção, que não era o foco da Sextante, foi certeira: o título se transformou em um dos maiores fenômenos editoriais de todos os tempos.
Mas não foi só aos livros que se dedicou. Com seu desejo de ajudar o próximo, Geraldo desenvolveu diversos projetos sociais que se tornaram sua grande paixão.
Com a missão de publicar histórias empolgantes, tornar os livros cada vez mais acessíveis e despertar o amor pela leitura, a Editora Arqueiro é uma homenagem a esta figura extraordinária, capaz de enxergar mais além, mirar nas coisas verdadeiramente importantes e não perder o idealismo e a esperança diante dos desafios e contratempos da vida.

Um dos lançamentos da Arqueiro:
Jogada MortalJogada Mortal – Harlan Coben
Aos 16 anos, Valerie Simpson já era finalista do Aberto de Tênis da França. Depois de brilhar nos circuitos internacionais do esporte, de repente tudo mudou. A jovem ficou reclusa e deixou de lado as competições de alto nível. Seis anos depois, ela está disposta a retomar a carreira e procura Myron Bolitar para ser seu agente. Para ele – que já agencia Duane Richwood, cotado para vencer seu primeiro Grand Slam -, essa é uma ótima oportunidade. Mas seus planos têm fim quando Valerie é morta e Duane se torna o principal suspeito do assassinato. Apesar de o rapaz estar em quadra na hora do crime, algo parece não se encaixar na história que conta à polícia. Ele garante não conhecer Valerie, mas seu número de telefone estava na agenda da jovem. Insatisfeito com o rumo das investigações policiais, Myron sai em busca da verdade. E descobre que, além de prováveis ligações que a moça fez para Duane de um telefone público, há um passado de dor e mentiras que talvez leve ao verdadeiro motivo do crime. Agora, com a ajuda do excêntrico Windsor Horne Lockwood III e da ex-profissional de luta livre Esperanza Diaz, Myron enfrentará inimigos poderosos que tentam a todo custo impedir que a verdade venha à tona.

Um dos lançamentos da Sextante:
Um Momento de MeditaçãoUm Momento de Meditação – Martin Boroson
Pense em todos os momentos que você perde no trânsito, numa fila ou desconcentrado no trabalho. E se houvesse algo que pudesse fazer nesses instantes para revigorar a mente, reduzir o estresse e se sentir cen trado e feliz?
Um momento de meditação nos ensina que esse estado de concentração e paz não é um objetivo distante. Você vai aprender uma forma de meditar que pode ser praticada em apenas um instante, em todos os lugares e em qualquer situação.
O método começa com um exercício que requer um minuto por dia. Com a prática, você levará cada vez menos tempo para se sentir focado e tranquilo e poderá meditar em qualquer momento.
Ao aprender as técnicas deste livro e aprofundar sua compreensão dos ensinamentos aqui apresentados, você desfrutará benefícios não apenas espirituais, mas também bastante práticos. Você aprenderá a vivenciar a quietude profunda em meio à agitação cotidiana e isso pode melhorar o humor, amenizar a depressão, reduzir a pressão arterial, fortalecer o sistema imunológico e promover o otimismo.
Sábio, prático e inspirador, este livro pode ajudá-lo a encontrar inúmeras oportunidades em meio a um dia atribulado. Deixe-o na mesa de cabeceira ou de trabalho, como um lembrete para tirar um tempo para si mesmo.

Alguns dos livros do catálogo das duas editoras:

Links Arqueiro:
Twitter: @editoraarqueiro
Site: http://www.editoraarqueiro.com.br

Links Sextante:
Twitter: @sextante
Site: http://www.esextante.com.br

 
Obrigada às editoras pela confiança e atenção! =)

Veja também:

[resenha] Desvendando os Segredos da Atração Sexual

17 de outubro de 2011 - segunda-feira - 16:54h   ¤   Categoria(s): Autoajuda, Literatura estrangeira, Resenhas

Atração SexualTítulo: Desvendando os Segredos da Atração Sexual
Título original: Why Men Want Sex And Women Need Love
Autores: Allan e Barbara Pease
País: Austrália
Ano: 2009
Editora: Sextante
Tradutor: Marcia Oliveira
Páginas: 255
Sinopse: Neste livro, Allan e Barbara Pease pretendem revelar a verdade sobre homens e mulheres, colocando em foco aspectos críticos e intrigantes do amor e do sexo. Eles transformam os resultados de pesquisas na área em uma leitura a todos os que desejam entender e vencer os desafios das relações amorosas. As informações reunidas nesse livro visam ajudar solteiros que estão em busca de um par, casais que precisam de orientação e aqueles que desejam manter o parceiro sempre feliz e colher os frutos que isto proporciona.
Compre: compare preços

Os cinco erros mais comuns em um novo relacionamento
Muita gente vai se identificar com o que lerá a seguir, pois não são poucas as pessoas que já tomaram essas decisões erradas em algum momento da sua vida.
[para cada um dos itens, há, no livro, o detalhamento e explicação]
Erro nº1: fazer escolhas sob a influência dos hormônios
Erro nº2: negar os problemas
Erro nº3: escolher pessoas carentes
Erro nº4: ser complacente
Erro nº5: escolher um parceiro acreditando que você vai mudá-lo

Avaliação:
Antes de comentar sobre o conteúdo em si, eu queria fazer uma observação quanto ao título deste livro, que é dos mesmos autores de “Por Que os Homens Fazem Sexo e as Mulheres Fazem Amor?”, já resenhado aqui no Verbo: ler.
O título original de “Por Que os Homens Fazem Sexo e as Mulheres Fazem Amor?” é Why Men Don’t Listen & Women Can’t Read Maps. Já o título original do livro desta resenha, “Desvendando os Segredos da Atração Sexual” é, por sua vez, Why Men Want Sex And Women Need Love.
Por que essa bagunça com as traduções? Bom, se eu fosse chutar alguma explicação, eu suporia que um título do tipo “Por que os homens não ouvem e as mulheres não conseguem ler mapas” não teria tanto impacto para o público brasileiro. E talvez os tradutores não contassem com o fato de que, 9 anos depois, os mesmos autores lançariam um livro com o título exatamente igual ao utilizado em uma outra tradução adaptada.

O leitor que estiver numa livraria, com estes 2 livros na mão, decidindo qual levar, poderia se perguntar: “Mas qual a diferença do assunto tratado por eles?”. Pois é, justamente os títulos em inglês deixam isso um pouco mais claro, coisa que não acontece com os títulos em português.

Por Que os Homens Fazem Sexo e as Mulheres Fazem Amor?” trata das diferenças entre homens e mulheres num aspecto mais amplo, de comportamentos gerais, do dia-a-dia, e mostra como isso afeta a convivência entre quaisquer pessoas de sexos opostos, sejam cônjuges, amigos, colegas de trabalho ou membros de uma família.
Já o “Desvendando os Segredos da Atração Sexual” foca apenas no relacionamento amoroso e sexual entre pessoas de sexos opostos e como isso é afetado pelas suas diferenças comportamentais. Alguns tópicos interessantes são:
- Como a mulher e o homem entendem o amor de formas diferentes no cérebro
- Como os relacionamentos mudaram nos últimos 50 anos
- O que os homens querem de verdade
- O que as mulheres querem de verdade
- Sexo casual e infidelidade
- Como encontrar um parceiro ideal
- Qual a sua “cotação no mercado” e como melhorá-la

Eu sou muito suspeita para falar de livros deste tipo de assunto, pois sou fascinada. E talvez justamente por este motivo, apesar de eu ter gostado muito do livro, no fundo, para mim, ele não trouxe nada de novo. Mas é sempre bom reler algo que a gente já tenha aprendido antes, para reforçar. E é melhor ainda se for da maneira agradável que é com textos fluidos do casal Pease.
Atração Sexual

Veja também:

[resenha] O Código Da Vinci – Ilustrado

4 de agosto de 2011 - quinta-feira - 20:09h   ¤   Categoria(s): Literatura estrangeira, Resenhas, Suspense / Ação

O Código Da Vinci - IlustradoTítulo: O Código Da Vinci – Edição Especial Ilustrada
Título original: The Da Vinci Code: Special Illustrated Edition
Autor: Dan Brown
País: EUA
Ano: 2005
Editora: Sextante
Tradutor: Celina Cavalcante Falck-Cook
Páginas: 399
Sinopse: ‘Código Da Vinci’ vem fascinando milhões de leitores ao redor do mundo com sua envolvente trama policial entremeada com informações sobre arte, religião e rituais secretos. Com 160 ilustrações e impressão colorida, esta edição especial reproduz os símbolos, obras de arte, monumentos arquitetônicos e localidades históricas citados ao longo do livro. Dos segredos ocultos na Mona Lisa e na Última Ceia aos símbolos do antigo Egito e a marcos de referência como o Louvre e a Capela Rosslyn, as imagens reunidas aqui vão lançar novas luzes e suscitar outros questionamentos sobre o romance de Dan Brown, tornando sua leitura ainda mais fascinante.
Comprar: Livraria Saraiva

13-3-2-21-1-1-8-5
O, Draconian edvil!
Oh, lame saint!
P.S. Find Robert Langdon

Avaliação:
Eu me pergunto se ainda há alguma coisa a ser falada sobre esta história… rs.

Eu li a versão não-ilustrada em 2005 e resolvi reler o livro porque queria lembrar de todas aquelas informações sobre os segredos que fizeram tanto estardalhaço na época do lançamento.
Sem sombra de dúvida, a aventura de Robert Langdon e Sophie Neveu fica bem mais interessante quando é lida num livro que “tem figuras”. As imagens são muito bonitas e fica bem mais prático visualizar as obras, símbolos e lugares sem precisar parar para procurar no Google.

Talvez apenas seja complicado ler como “livro do caminho pro trabalho”, por ser grande, pesado e de capa dura.
O Código Da Vinci - Ilustrado

Veja também:

[resenha] Por Que os Homens Fazem Sexo e as Mulheres Fazem Amor?

27 de julho de 2011 - quarta-feira - 21:18h   ¤   Categoria(s): Autoajuda, Literatura estrangeira, Resenhas

Por Que os Homens Fazem Sexo e as Mulheres Fazem Amor?Título: Por Que os Homens Fazem Sexo e as Mulheres Fazem Amor?
Título original: Why Men Don’t Listen & Women Can’t Read Maps
Autores: Allan e Barbara Pease
País: Austrália
Ano: 2000
Editora: Sextante
Tradutor: Neuza M. Simões Capelo
Páginas: 239
Sinopse: Homens e mulheres são e reagem de forma diferente, o que torna o seu convívio difícil, muitas vezes áspero e gerador de ressentimentos. Mas quais são as razões dessas diferenças é até que ponto elas podem ser superadas? Como aprender a lidar com elas e administrá-las para sermos felizes em nossos relacionamentos com o outro sexo? Barbara e Allan Pease percorreram vários países e consultaram dezenas de cientistas para preparar este livro sobre as diferenças e os modos de pensar e agir de homens e mulheres. Investigaram as surpreendentes conclusões das últimas pesquisas sobre o cérebro, investigaram a Biologia Evolutiva, analisaram trabalhos de psicólogos, observando as transformações sociais e entrevistando centenas de pessoas. O resultado está neste livro que oferece um instrumento importante para, ao verificar e compreender as diferenças, estabelecer uma relação harmoniosa entre homens e mulheres, seja no casamento, na vida profissional, na forma de educar os filhos ou em qualquer campo do relacionamento humano.
Compre: compare preços

A pesquisa mostra também que o lado esquerdo do cérebro das meninas se desenvolve mais depressa que o dos meninos. Por isso, elas falam melhor e mais cedo, conseguem ler antes e aprendem mais rapidamente uma segunda língua. E é por isso também que os consultórios dos fonoaudiólogos estão cheios de meninos.
Nos meninos, no entanto, o lado direito do cérebro amadurece antes do das meninas. Assim, desenvolvem melhor e mais cedo a percepção, a lógica e a orientação espacial. De um modo geral são superiores em matemática, em construções, na montagem de quebra-cabeças e na resolução de problemas.
Pode parecer politicamente correto fingir que as diferenças entre os sexos são pequenas e sem importância, mas inúmeras evidências apontam em outra direção: fomos estruturados de maneiras diferentes e evoluímos com inclinações e habilidades inatas incrivelmente variadas.

Avaliação:
Por que os homens devem assumir a direção à noite?
Por que as mulheres têm um “sexto sentido”?
Por que os meninos não ouvem?
Por que as mulheres falam tanto?
Por que os homens detestam estar errados?
As mulheres podem melhorar sua habilidade espacial?
Por que os homens escodem as emoções?
As mulheres são maníacas sexuais?
Por que os homens acionam o controle remoto?

Por-que-os-homens-isso-e-as-mulheres-aquilo é um assunto que me fascina desde a 1ª vez que li este livro, 9 anos atrás. Por ser de linguagem fácil e possuir bons toques de humor, o livro flui de maneira incrível, sempre leve, principalmente se pararmos para pensar que ele trata de um assunto que poderia ser exposto de maneira bastante científica, maçante e até polêmica.

Entretanto, “Por Que os Homens Fazem Sexo e as Mulheres Fazem Amor?” tem o tom certo e necessário para nos fazer entender e aceitar que mulheres e homens são diferentes, sim, não importa o quando a sociedade e o feminismo digam que somos todos iguais.

A recompensa é que seus relacionamentos com o sexo oposto melhoram, a ponto de se tornarem mais interessantes e até curiosos. Como no meu caso, que sempre me divirto quando almoço com determinados colegas de trabalho – homens -, e concedo a eles os lugares de frente para a porta, na mesa do restaurante. Apenas com o olhar, eles me agradecem aliviados.
Por Que os Homens Fazem Sexo e as Mulheres Fazem Amor?

Veja também: